Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
O APELO PARA A VIDA ACONTECER OK
O APELO PARA A VIDA ACONTECER OK

 O APELO PARA A VIDA ACONTECER 

 Um Lenhador, em uma Floresta se embrenhara,

na busca exaustiva de algo que ali deixara.

  Um Tronco!... Um Pedaço de Alma, entregue à sua dor. 

 

Mal o tratara!...Um pedaço de gente? Pensava...

    A Mata, pelo luar prateada, indiferente aos prantos do Lenhador, era toda encantada...

   Pássaros felizes gorjeavam, e em lassidão; mais um dia se esvaía...

      Era como sangue que na artéria corria para o Coração buscar.

 

Em Círculo, num elo que não se partia, o Sol ia, e depois vinha...

   De prata, as Gotas de Orvalho, ameaçavam das folhas caírem, a nutrir sementes,

que delas precisavam para da casca sair...

Era o Apelo Para A Vida Acontecer.

     

E o Lenhador, indiferente aos apelos da Natureza,

seu caminho, pensativo, prosseguia, sem notar, que Deus, nela existia.

 No corte do machado muitas Vidas tirara,

mas um dia, "certo tronco", decepara, sem pensar que uma Vida Nova, ele tirara.

 

Uma Alma então, em devaneios, suas noites atormentava; chorava!...

     Em lamentos falava: um Filho na Terra devia deixar; a espécie, perpetuar;

 seu ciclo, terminar.

 

Antes da luz nascer, solícito, foi Ele ao chamado atender; na Mata, se embrenhar.

Como agora, uma Vida devolver? 

Sem saber o que fazer o Perdão aos Céus suplicou,

e a Deus, o problema entregou...

 

Sentiu então, um vento frio acontecer; à noite, rápida descer,

   e um farfalhar de folhas, sem o brilho do luar, crescer.

De rubro, as nuvens se tingir e nos Céus, uma faísca surgir...

Uma forte chuva, aos borbotões se projetou!...

  

 

Por vários dias,esquecido na Floresta, ele ficou.

   Mas, um risonho raio de Sol, a Vida novamente o chamou, e um sinal indicou...

  Num cantinho escondido, aos pés do tronco decepado,

   uma Gota de Orvalho, pendente de um galho, mostrou o que a Árvore deixou.

   Um Novo Ser, surgiu!... Uma Semente se abriu!...

  

Uma Voz segredou: Segue...

A Vida continua... O Amor, tudo vence... 

 

Um Poeta da Natureza

 Psicografia: Maju 

CopyrightMaju<>Todos os Direitos Reservados

  LIVRO DE VISITAS <<>> ASSINAR@LER

 MENSAGEM ANTERIOR       NOVA MENSAGEM